Atendimento

SEGUNDA A SEXTA-FEIRA das 8:30 ÀS 18H


Cuidados redobrados com os dentes e gengivas durante o inverno

20/08/2018

 

As baixas temperaturas fazem com que as pessoas se alimentem com produtos quentes, gordurosos e açucarados colocando em risco a saúde das gengivas e dentes.

Além disso, a higiene bucal tende a ser menos rigorosa, pois o frio faz com que muitas pessoas, principalmente as crianças, fiquem com preguiça de manipular água fria, fio dental etc.

Além do risco de cáries, ocorre o aumento de gengivite.

O que é gengivite? 
Gengivite - uma inflamação da gengiva - é o estágio inicial da doença da gengiva e a mais fácil de ser tratada. A causa direta da doença é a placa - uma película, grudenta e sem cor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva.
Se a placa não for removida pela escovação e uso de fio dental diários, ela produz toxinas (venenos) que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite. Neste estágio inicial da doença da gengiva, os danos podem ser revertidos, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos. Entretanto, se a gengivite não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes e mandíbula/maxilar.
Como sei que tenho gengivite? 
Os sintomas clássicos da gengivite incluem gengivas vermelhas, inchadas e sensíveis que podem sangrar durante a escovação. Outro sintoma de

doença é o recuo ou retração da gengiva, conferindo aos dentes uma aparência alongada. A doença da gengiva pode formar bolsas entre os dentes e a gengiva, onde se acumulam restos de comida e placa. Algumas pessoas têm mau hálito freqüente ou sentem gosto ruim na boca, mesmo se a doença não estiver em estágio avançado.
Como posso prevenir a gengivite? 
Uma boa higiene bucal é essencial. A limpeza profissional também é extremamente importante, pois uma vez que a placa se acumula e endurece (ou torna-se tártaro), apenas o dentista pode removê-la. 

Você pode prevenir a gengivite fazendo:
A correta escovação e uso apropriado do fio dental para remover placas e restos, e do controle do aparecimento de tártaro.
Alimentação correta para garantir nutrição adequada para o osso da mandíbula/maxilar e dos dentes.
Evitar cigarros e outras formas de tabaco.
Ir ao dentista regularmente.
A gengivite não tratada pode evoluir para uma periodontite, que pode levar a perda dos dentes.
O seu dentista pode diagnosticar a periodontite, e o tratamento deve ser realizado por Especialista em Periodontia.

Categorias

Arquivos

conquiste o seu
sorriso. agende uma consulta.

Entraremos em contato para validar o agendamento.